Thursday, 25 June 2015

Hoje tenho a certeza de que todos...



...os meus sonhos são os meus planos. Todos os sonhos que ambiciono realizar e alcançar são os meus planos para ser feliz, são os meus planos para sorrir, são os meus planos para viver. Hoje tenho a certeza que tenho planos de sonhar sempre com aquilo que vou FAZER!!!!

Tuesday, 23 June 2015

O dia que decidimos que temos que mudar...

...a verdade é que não é fácil tomar uma decisão para mudar um estilo de vida, é sempre mais cómodo e bem mais fácil nos deixarmos estar tal como estamos. O dia em que decidi que não queria mais ter excesso de peso (bastante), que decidi ser mais saudável, no dia em que decidi adotar um estilo de vida bem mais saudável...nesse dia tomei uma decisão que me irá acompanhar para sempre, e como em qualquer mudança se queremos mesmo temos que ter a certeza que conseguimos viver assim para todo o sempre caso contrário damos dois passos atrás (e acho que ninguém gosta de andar para trás). Os vegetais e frutas tomaram um lugar muito grande cá em casa, os iogurtes magros, as carnes magras, deixar os fritos para trás, o chocolate, os bolos e o pão...e não minha gente, não vou dizer que nunca mais vou comer estas coisas, ou lambuzar-me de McDonald's, porque estaria e mentir a toda a gente e a mim própria, mas como estas coisas de uma forma muito pontual. Por exemplo o chocolate era um vício para mim, todo o santo dia emborcava um chocolate (e quase sempre à noite) como fosse encontrar um oásis no deserto. Tive 30 dias sem tocar num quadradinho e perdi o vício, durante 30 dias sentei-me no sofá a ver televisão e não tocava em nada de comer pra perder o hábito de comer à noite (o sacana do nosso corpo é de hábitos), hoje em dia não como nada à noite, ou se o fizer é fruta ou cenoura ou gelatina ou chá. O desporto sempre fez parte da minha vida é certo, mas agora tento levar como um hobbie e como uma obrigação (e consegue fazer maravilhas naqueles dias menos bons em que nos apetece arrancar os cabelos). A partir das 18h não como hidratos de carbono a não ser que tenha um jantar convívio. Os refrigerantes deixaram de fazer parte da minha lista de compras. Bebo litradas de água...aliás atrevo-me a qualquer dia uma comunidade de girinos vir habitar no meu estômago. Se é difícil? fácil é que não é...ao princípio quase que se ressaca, é difícil ver os outros comerem mas com o passar do tempo a cenoura passa a saber a enchidos, as nozes a chocolate e é água que nos apetece em dias de calor. 

Mudar custa muito...mas custa muito mais pensar que apenas temos um corpo...uma vida!!!!


Sunday, 21 June 2015

Friday, 19 June 2015

Dos sítios que ainda quero ir...e vou...ah se não vou

...viajar para mim é uma prioridade, mais que os carros, a roupa, ou jantar fora. Gosto da sensação de liberdade que viajar me dá, de conhecer outras gentes e outros costumes. Gosto de me "perder" e da sensação de entender pouco do que me dizem. Gosto de descobrir sítios novos e guardá-los na memória (nesta memória que não vale nada). O meu objectico é conhecer 100 países (vou para o 29), por isso a não se que ganhe o euromilhões ou dure até aos 109 anos, parece me que é coisa que talvez não consiga...TALVEEEEZ. Mas estes países são os que estão na minha prioridade (não exactamente por esta ordem)


Perú


Vietname


Estados Unidos (fazer a Route 66 my biggest dream)

Fiordes da Noruega

Kaya Mawa- Moçambique

Capadócia- Turquia (andar de balão....aiiiii)

Rússia (tenho uma fascínio por este país)

Macau

Ilhas Fiji 

Argentina

Áustria

Thursday, 18 June 2015

O desporto e eu e eu e o desporto...

...aos 5 anos a Educadora disse à minha mãe que me teria que meter numa actividade física porque eu tinha bastante energia, nunca dormia a sesta e estava sempre a mexer-me, fui para a ginástica desportiva onde fiquei durante uns 4 anos até dar uma queda num mortal que me deixou assim pó fraquita. Entretanto como tinha bastante velocidade a correr o professor de educação física pôs-me na equipa de corrida de estafetas inter escolas, ganhámos algumas provas e lembro me te ter ganho ao Gamito numa da provas. Entrei para a equipa de basket e de andebol, decidi que queria seguir desporto. Aos 15 fui atropelada e o médico disse-me que nunca mais conseguiria fazer desporto com tanta intensidade pois ficaria com um desnível acentuado numa perna, 3 meses de gesso...e muita fisioterapia. O acidente foi em Julho e em Outubro inscrevi-me nos escuteiros às escondidas da minha mãe...veio o primeiro raide nocturno (na serra de sintra) e eu não disse a ninguém que ainda estava a fazer fisioterapia, andei com uma mochila pesadíssima e pensei que não conseguiria chegar ao fim...mas cheguei. Aos 17 começou a febre da Aeróbica, como ingressei num clube tínhamos competições e cheguei a fazer o gymnoestrada e vários...problema da perna ficou para trás. Coma faculdade distante e com os estágios tive que sair e só quando terminei a faculdade me inscrevi no ginásio, treinava 2 horas todos os dias (excepto à sexta), engravidei e parei...logo a seguir foi-me diagnosticado uma lesão grave na coluna e em 2010 fui aparafusada na coluna...coisa pouca portanto...médico apenas me autorizou a recomeçar a fazer yoga e pilates (que O-D-E-I-O)...anos mais tarde ganhei coragem e inscrevi me no gym novamente, estava pesada, o rabo mal levantava...comecei a treinar novamente a fazer as aulas que gostava, às vezes tinha dores outras vezes não. Hoje faço todas as aulas apesar das contra indicações e tendo em conta que posso piorar bastante, mas depois penso se não faço hoje o que gosto quando farei??? Posso até ficar numa cadeira de rodas aos 50 (como a minha avó ficou), mas ao menos fiz aquilo que gosto e que me faz superar os meus próprios objectivos. Agora como tenho outra lesão que me impossibilita de ir ao gym (outro filme) comecei a andar no paredão (que bom que é viver aqui)...e aos poucos vou correndo...pouco mas vou e isso faz-me perceber que temos sempre que nos desafiar...irá sempre doer, irá sempre criar mais mazelas mas....e amanhã? 

Amanhã logo se vê!!!

Wednesday, 17 June 2015

E quando não nos saiem as palavras...

...para escrever...não conseguimos pôr em palavras o que pensamos. Encontramos alguém que neste momento pensa o mesmo que nós e faz todo o sentido "copiar" estas palavras que temos que reter diariamente.


Monday, 15 June 2015

Carta a ti#8



Deverás ser a pessoa que gostavas de conhecer. Não deverás deixar ninguém decidir por ti. Deverás tratar bem os outros. Não deverás magoar ninguém e se o dizeres não deverás de ter medo de pedir desculpa. Deverás querer sempre aprender mais. Não deves experimentar coisas só porque os outros o fazem. Deverás querer conhecer o mundo e novas gentes. Não deverás nunca ser ingrata para com a vida e para com os outros. Deverás viver muitas paixões. Não deverás ser preguiçosa. Deverás ter sempre pronto um sorriso...lembra-te que pode ser o unico que aquela pessoa pode receber nesse dia. Não deverás menosprezar ninguém. Deverás dar elogios sinceros. Não deverás deixar que ninguém te humilhe. Deverás ser sempre sincera. Não deverás roubar nem cobiçar o que não é teu. Deverás tratar do tei corpo que é o único que tens. Não deverás nunca esquecer a mãe mesmo que um dia já aqui não esteja...relê esta carta e vais-me sentir mais próxima de ti. Deverás amar os outros. Não deverás ter a casa desarrumada. Deverás ser ambiciosa com os teus sonhos. Nào deverás deixar que ninguém não te deixe fazer algo. Deverás sempre vir para os braços da tua mãe e saberes que ali é um porto seguro. Não deverás nunca deixar de dizer bom dia quando entras num sitio. Deverás sempre dizer  "gosto de ti". Não deverás deixar de mimar quem gostas e quem gosta de ti. Deverás sempre superar os teus desafios. Não deverás nunca deixar de surpreender os outros com coisas boas. E lembra te sempre, mas sempre o que te ensinei. "Não basta palavras...temos é que ter atitudes"

Gosto de ti! A tua mãe

Sunday, 14 June 2015

Obrigada...

...devemos agradecer todos os dias às pessoas que decidem estar a nosso lado dizer vezes sem conta que gostamos delas. Devemos abraçar e beijar e sorrir. Devemos dar elogios sinceros vindos do nada mas directamente do coração. Devemos rir à gargalhada sem precisarmos de motivo. Devemos ESTAR. Devemos dizer que temos saudades porque com certeza também sentem saudades nossas. Devemos gostar porque o essencial é mesmo invisível aos olhos. Devemos ser genuinos com quem gosta de nós e devolver sempre o nosso sorriso. Devemos sempre amar as nossas pessoas...as nossas pessoas que são imprescindíveis. Gosto das minhas pessoas...













Wednesday, 10 June 2015

A diferença de dois mundos...ou de duas vidas...

....há fotos que nos fazem pensar "como foi possível chegar até ali" afinal tinha feito desporto toda a vida e de repente no auge dos meus 30 anos estava com mais de OITENTA quilos. Não dei conta...porque nem sequer olhava para mim e esse é o problema. Lembro me do dia que me pesei e a balanca apontava 86.600kg ( não me vou esquecer nuuunca). Nesse dia mudei...nesse dia fui buscar a Patricia que se tinha escondido, nem sei bem porquê...foi uma luta gigante, uma mudanca de hábitos brutal...houve um momento nesta jornada que andei para trás...mas depois voltei a mim e continuo na luta...dois anos separam estas fotos!